esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

12/05/2014

Campanha Salarial: O impasse na negociação representa desrespeito ao jornalista

Campanha Salarial: O impasse na negociação representa desrespeito ao jornalista

Sem diálogo. Durante a última mesa de negociação entre os trabalhadores jornalistas e as empresas de comunicação houve a “promessa”, que partiu dos patrões, para o envio formalizado da proposta para o piso diferenciado, o que até o momento não ocorreu. Outra intransigência patronal é a ausência de diálogo para a confirmação de uma nova mesa de negociação. Segundo a diretoria do Sindijor, até o momento não tem nada agendado, não há proposta e o diálogo para uma negociação coletiva que atenda aos direitos dos jornalistas do Paraná é nulo. Dessa forma, as empresas de comunicação do Paraná repetem o que vem acontecendo em outros estados, onde patrões se negam a discutir cláusulas apontadas pelos próprios trabalhadores como importantes.


Reuniões: uma marca negativa nas mesas de negociações de 2014 é a recusa dos patrões em negociar ou sequer ouvir outras cláusulas que não as econômicas. A direção do Sindijor já sinalizou que não se absterá de qualquer debate, porém caso os itens da pauta de reivindicações não sejam discutidos, a medida é mobilizar a categoria. “É o caminho para que outras cláusulas sejam debatidas. Precisamos retomar a agenda de negociações com itens como segurança no trabalho, estágio e assédio moral, que são de extrema importância para o trabalhador, não geram custos para as empresas e, mesmo assim, estão sendo ignorados”, aponta Guilherme Carvalho, presidente do Sindicato que representa os trabalhadores jornalistas.


PISO DIFERENCIADO: “Não avança nada sem essa discussão” – assim os representantes das empresas de comunicação do Paraná se posicionaram. A proposta ainda não foi formalizada pelos patrões, mas historicamente o Sindijor rechaça esse item, pois o mesmo é inviabilizado pela própria categoria. “O jornalista do interior não vale menos que o da capital”, disse Guilherme Carvalho durante a última mesa de negociação.


Até o fechamento desta matéria, os representantes das empresas de comunicação não haviam enviado a proposta formal do piso diferenciado. Acompanhe as informações sobre a Campanha Salarial dos Jornalistas aqui

Autor:Regis Luís Cardoso Fonte:Sindijor