esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

01/07/2022

Empresários insistem em diferenciar salários e contratar jornalistas sem registro profissional

Empresários insistem em diferenciar salários e contratar jornalistas sem registro profissional

Em nova mesa de negociação realizada na tarde de quinta-feira (30/06), o SindijorPR e o Sindijor Norte PR garantiram o compromisso de que os sindicatos patronais irão apresentar, nos próximos cinco dias, novos encaminhamentos para avançar na renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (2022/2023). A reunião, em sistema de teleconferência, contou com a participação de diretores dos sindicatos profissionais e representantes do SERT-PR e do Sindejor-PR, entidades que congregam os empresários da Comunicação no Paraná.


Os patrões deixaram clara a intenção de insistir no congelamento do piso da categoria, criando distinções entre profissionais, e ainda, em obter o aval para contratar pessoas sem diploma, ou mesmo registro profissional, para atuar nas redações. A mensagem foi passada pela advogada responsável por conduzir as negociações, Rita de Cácia de Medeiros Guerim.


Apesar de reconhecer o tímido avanço nas negociações, os sindicatos que defendem os interesses dos jornalistas também deixaram claros os pontos que são inegociáveis para os trabalhadores: garantir a reposição justa do piso para todos os profissionais; manutenção do anuênio – único ganho real da categoria no Paraná; não ao congelamento do piso para novas contratações; e manutenção de parâmetros mínimos para a contratação dos profissionais que são responsáveis por manter a sociedade paranaense informada.


O Sindijor Norte PR e SindijorPR seguem vigilantes e no aguardo de uma proposta verdadeiramente negociável, contando com a participação de todos os jornalistas na luta pela preservação de direitos e de ganhos reais.

Autor:SindijorPR e Sindijor Norte