esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

11/12/2019

SindijorPR pede apoio de deputados estaduais contra a MP 905

Foto: Rafael Bertelli


O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR) esteve presente ontem (10) na sessão da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) para cobrar dos deputados estaduais um posicionamento sobre a Medida Provisória 905, que extingue a necessidade de registro profissional para desempenhar a função.


O deputado Goura Nataraj (PDT) usou expediente desta terça-feira para defender a regulamentação 
profissional de jornalista. O SindijorPR apresentou ofício ao parlamentar apontando os danos causados à profissão com aprovação da MP 905, o que foi apresentado em plenária nesta tarde. A deputada Luciana Rafagnin (PT), o deputado Tadeu Veneri (PT) e o deputado Arilson Chiorato (PT) também apoiaram a luta, assim como vários profissionais jornalistas da casa legislativa.


A diretora de formação do SindijorPR, Silvia Valim, esteve representando a entidade durante três dias na Alep em busca de apoio para a campanha. Valim também enviou ofício por e-mail para os parlamentares da casa. “Estamos hoje lutando em nome de jornalistas de todo o país que se mobilizam em prol da manutenção do direito ao registro profissional, mas também em reconhecimento ao trabalho das instituições de ensino superior, seus professores, estudantes e, principalmente, e em respeito ao direito do cidadão de ter acesso a informações apuradas com responsabilidade e que primam pelo interesse comum”, diz.


A ação foi articulada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná, por orientação da Federação Nacional dos Jornalistas e as mobilizações regionalizadas ocorrem em todo o país. No dia 4 de dezembro houve engajamento dos jornalistas profissionais no Dia Nacional de Luta. As fotos desta mobilização podem ser encontradas aqui


Outras ações


Além de conversar com os deputados estaduais, o SindijorPR segue a ação com os nossos representantes na Câmara Federal e no Senado, mandando e-mail e mensagens pelo aplicativo Whatsapp.Os deputados federais Aliel Machado (PSB), Gleisi Hoffmann (PT), Gustavo Fruet (PDT), Luciano Ducci (PSB) e Rubens Bueno (Cidadania) já anunciaram que são contra a MP. O senador Flávio Arns (Rede) também se posicionou em favor dos jornalistas.


Na Câmara Municipal de Curitiba (CMC), os vereadores Professora Josete (PT) e Herivelto Oliveira (Cidadania), sendo este jornalista de formação, também se manifestaram contra a MP.


A diretora de fiscalização do exercício profissional do SindijorPR, Maigue Gueths,explica porque o Sindicato está nesta luta. "A aprovação desta MP no Congresso Nacional seria um retrocesso muito grande para os jornalistas, tanto em termos trabalhistas como para a responsabilização da nossa função. Por essa razão, o SindijorPR está atuando incansavelmente para impedir que isso aconteça".


Veja o pronunciamento do deputado Goura



Leia mais sobre o assunto nos links abaixo:


Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR