esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

22/02/2018

Você, estudante, tem medo do Sindicato?

Você, estudante, tem medo do Sindicato?

Com a proximidade de mais um Prêmio Sangue Novo, um fato vem chamando atenção dos professores de jornalismo do Paraná. Para participar do evento é necessário ser pré-sindicalizado, só que muitos estudantes estão com receio de que essa atitude possa prejudicá-los no futuro.


O diretor-presidente do SindijorPR, Gustavo Vidal, afirma que não há motivos para pânico. “Apesar de vivermos um período em que tentam demonizar os sindicatos de todas as maneiras, não há motivos para não se sindicalizar. O SindijorPR sempre lutou e sempre lutará pela categoria e isso não vai prejudicar alguém. A diretoria está na linha de frente justamente para fazer essa barreira de proteção aos profissionais de imprensa e, claro, aos estudantes”.


Pensando nisso, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR) e o Coletivo de Professores e Estudantes #ChegaJunto se uniram para mostrar que o medo é dispensável na hora de se sindicalizar. Assim como a faculdade busca despertar o senso crítico do profissional de imprensa, com a sindicalização, fica mais acessível para a entidade intensificar a representatividade da categoria. Somente com um sindicato forte é que poderemos somar forças contra as injustiças da profissão.


A professora de jornalismo da Universidade Positivo (UP), Sandra Nodari, explica aos seus alunos que ser sindicalizado é algo bastante positivo. “Os estudantes, especialmente os mais jovens, têm um pouco de receio porque existem realmente sindicatos ruins. Contudo, explico que o SindijorPR é justamente o oposto disto, pois é uma instituição atuante, séria e que opera em defesa da nossa categoria. Não tem nada de ruim em ser um sindicalizado, especialmente do SindijorPR”, afirma.


O professor de jornalismo da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Mário Messagi Júnior é enfático ao dizer que os estudantes não precisam ter medo em fazer parte do SindijorPR. "É besteira. Ser pré-sindicalizado não vai atrapalhar a carreira dos futuros jornalistas. Nós, como qualquer outra categoria, precisamos de um sindicato forte para garantir os nossos direitos, como, por exemplo, o piso salarial. O que será de nós se o sindicato não for buscar reajuste salarial todo ano? Empresa nenhuma faz questão de aumentar salário de trabalhador. Não existe um porquê de ter um medo como este. É bem o contrário", opina.


A diretora de cultura e eventos do SindijorPR, Silvia Valim, explica porque é necessário se pré-sindicalizar. "A pré-sindicalização é uma forma do SindijorPR ter o cadastro destes estudantes que, em breve, estarão formados. Isso nos mantém próximos". A diretora também destaca que o pagamento das inscrições ainda é gratuito. "Em 2018 mantivemos o pagamento de R$33,85 opcional, mas incentivamos os estudantes a fazerem essa contribuição. O Sangue Novo tem um custo alto e diante do alcance do evento o valor é simbólico e contribui para a permanência da única premiação à estudantes de jornalismo organizado por um sindicato no Brasil. Um prêmio que é, muitas vezes, porta de entrada para o mercado de trabalho", enfatiza.

Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR