esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

03/07/2019

Jornalistas de Alagoas conquistam aumento no piso e revertem ameaça de cortes nos salários

Foto: Sindijornal


O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR) parabeniza os colegas de profissão do Estado do Alagoas, nordeste do Brasil, que estão de braços cruzados há nove dias. Eles entraram em greve por conta de uma proposta patronal absurda, que buscava reduzir o salário em 40%.


O SindijorPR entende que a luta dos jornalistas alagoanos é mais do que legítima, uma vez que a proposta defendida pelos patrões tendia a desvalorizar ainda mais a nossa profissão. “Foi ótimo ver que a mobilização dos nossos colegas alagoanos deu certo. A greve é um meio legal para se lutar contra injustiças, como essa de os patrões quererem reduzir em 40% o salário. Parabéns pela luta”, comenta o diretor-presidente do SindijorPR, Gustavo Vidal.


O Tribunal Regional do Trabalho da 19.ª Região (TRT19) decidiu em dissídio, por unanimidade, dar um reajuste de 3% para a categoria, garantia de estabilidade por 90 dias e o não desconto dos dias parados. O reajuste tem como reflexo o aumento no valor do piso salarial da categoria.


A proposta do TRT será deliberada em assembleia pelos jornalistas, que deverão voltar ao trabalho a partir desta quinta-feira (4). Ao longo da greve, o Sindicato dos Jornalistas de Alagoas (Sindijornal) fez piquetes em frente das empresas de comunicação, passeatas pelas ruas, conversas com a população, entre outros.

Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR