esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

28/05/2019

SindijorPR é empossado no Conselho Permanente de Direitos Humanos do Paraná

SindijorPR é empossado no Conselho Permanente de Direitos Humanos do Paraná
Foto: ASCOM/SEJU

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR) é uma das 16 entidades da sociedade civil organizada a integrar o Conselho Permanente de Direitos Humanos do Paraná (Coped) no biênio 2019-2012. O SindijorPR será representado no COPED peladiretora de Relações Institucionais da entidade, Waleiska Fernandes.


A posse dos novos conselheiros aconteceu na última sexta-feira (24), na Secretaria de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos do Paraná, em Curitiba. A escolha das entidades a integrar o Conselho ocorreu em março, após edital lançado pela SEJU. Vinte e nove entidades participaram do processo eleitoral.


É primeira vez que o SindijorPR integra o colegiado que existe desde 1995. A decisão pela participação da entidade se deve à conjuntura do Brasil de crescentes ataques aos direitos da população, à liberdade de imprensa e à atividade dos jornalistas. A representante do Sindicato no Conselho tem uma história profissional ligada à defesa dos direitos humanos e dos trabalhadores de imprensa, além de experiência em questões ligadas ao Judiciário e o sistema penitenciário. “Defender direitos humanos no Brasil nunca foi tarefa fácil, mas nos últimos anos temos visto um avanço assustador da ideia equivocada de que a defesa de direitos fundamentais à vida é algo ruim”, lamenta Waleiska, que ressalta que os ataques à liberdade de imprensa é parte desse processo que atenta contra a democracia.


Instituído pela Lei 11.070/1995, o COPED é um órgão colegiado integrante da estrutura organizacional daSecretaria de Justiça do Paraná. O grupo tem caráter permanente, autônomo, deliberativo e paritário e conta com a participação de representantes da sociedade civil e de órgãos governamentais dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.


O Conselho tem por principal atribuição a formulação e a fiscalização das políticas públicas de proteção dos direitos humanos e da cidadania. Possui ainda o dever de encaminhar às autoridades competentes as denúncias e representações que lhe sejam dirigidas, bem como estudar e propor soluções de ordem geral para os problemas referentes à defesa dos direitos fundamentais da pessoa humana.


Durante a posse dos novos conselheiros, o secretário de Justiça, Ney Leprevost, ressaltou a importância do colegiado. "Vocês são os guardiões dos direitos humanos no Paraná. Me cobrem, cobrem o governo, fiscalizem as políticas públicas do estado".O secretário declarou todo apoio ao COPED para enfrentar problemas sociais resultantes de preconceito, ignorância, falta de cultura e manipulação e disse que acompanhará o Conselho na luta contra o que chamou de “práticas obscurantistas”.


Composição do COPED


Sociedade civil

APP Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná

União Brasileira de Mulheres (UBM)

Conselho Regional de Serviço Social (CRESS)

Grupo Dignidade

Associação de Conselheiros e Ex-Conselheiros Tutelares do Paraná (Regional de Maringá)

Coletivo Falange Feminina Dandara dos Palmares

Instituto de Apoio à Adoção de Crianças e Adolescentes Trilhas do Afeto

Comunidade Bom Pastor

Unidade Sarandiense pela Igualdade Racial (USIR)

Movimento Nacional da População em Situação de Rua (MNPR)

Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado do Paraná (SINDARSPEN)

Transgrupo Marcela Prado

União de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais do Paraná

Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR)

Parafuso Educomunicação

Rede Pontes


Governo

Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos do Paraná

Secretaria de Estado da Segurança e Administração Penitenciária

Secretaria de Estado, da Família e do Desenvolvimento Social

Tribunal de Justiça do Paraná

Ministério Público do Paraná

Ordem dos Advogados do Brasil – Seção PR

Assembleia Legislativa do Paraná

Associação de Municípios do Paraná

(cada órgão do governo tem um titular e um suplente)