esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

02/10/2018

Conversa com candidatos a deputado federal aproxima política e futuros jornalistas

Foto: Silvia Valim.


O Coletivo Chega Junto , que reúne professores e estudantes de jornalismo e conta com o apoio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR), e a Casa do Estudante Universitário (CEU) promoveram ontem (1.º), na sede do SindijorPR, uma roda de conversa com candidatos a deputado federal jovens (abaixo de 35 anos). Todas as coligações foram convidadas a enviar dois representantes, levando em consideração a paridade de gênero.


O evento serviu para debater, entre outros temas, os rumos da educação no Paraná e no Brasil. Foi debatido também a questão da obrigatoriedade do diploma para exercer a função de jornalista, que contou com a solidariedade dos candidatos, pois ambos acreditam ser fundamental o retorno da necessidade do diploma para a profissão. “Além de ser um exercício democrático, a roda de conversa também é uma atividade de experimentação para os estudantes. É nosso papel, enquanto sindicato, trabalhar na consciência e na formação política dos nossos futuros jornalistas”, explica a diretora de formação do SindijorPR, Silvia Valim.


O estudante de jornalismo da Uninter Luís Gustavo Oliveira conta o que achou desta iniciativa proposta pelo SindijorPR, Coletivo Chega Junto e CEU. "Essas ações realizadas pelo Coletivo Chega Junto do SindijorPR agregam muitos valores nas ações da prática no jornalismo e adaptação para a função. Mas não soma apenas futuramente na área, mas também como cidadão na formação de ideias e escolha dos candidatos. Confesso que eu já tinha uma escolha para a câmara federal, mas após essa roda de conversa realizada na segunda me refez repensar meu voto sobre reeleger quem já está no mandato, agora estou passível de mudança e cogito avaliar melhor a atuação dos candidatos que participaram ontem".


Durante a conversa, foi debatida uma carta proposta do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) em que foi elaborada uma plataforma de propostas de políticas públicas para “assegurar um ambiente de pluralidade de comunicação do País”, conforme cita a carta. O documento foi apresentado aos candidatos que, se eleitos, se comprometem com as propostas do documento. O SindijorPR é uma das entidades participantes da Frente Paranaense pela liberdade de expressão e direitos à comunicação (Frentex) e está colaborando na divulgação dessa plataforma. "Apresentamos aos dois candidatos a plataforma nacional, criada pelo Fórum Nacional de Democratização da Comunicação (FNDC) e estamos aguardando as assinaturas com as adesões, e o devido comprometimento de ambos de atuarem em defesa da comunicação como política pública e que promova de fato o amplo acesso a informação para todas as pessoas", disse a diretora para ação e cidadania do SindijorPR, Paula Padilha.


A carta do FNDC pode ser encontrada aqui

Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR