esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

21/07/2003

Morte anunciada: seis impressos chegam ao fim em 2012

Renata Cardarelli / Matéria do site Comunique-se

Fechar um jornal, uma revista ou uma matéria, no jargão jornalístico, é rotina para o profissional da comunicação. Comemora-se o fechamento de uma edição, já que o verbo “fechar” é sinônimo de vitória, de satisfação. Em 2012, entretanto, o verbo foi usado para se referir ao fim das atividades de seis impressos brasileiros. Jornal da Tarde e Marca Brasil encerraram suas atividades, enquanto Diário do Povo e Diário de Natal migraram para a internet. Entre as revistas, as baixas registradas foram a Quatro Rodas Moto e a Valor Investe. Baixa circulação e aprimoramento do foco estratégico foram os motivos alegados para a morte dos veículos.

Neste ano, o Jornal da Tarde foi às bancas pela última vez no dia 31 de outubro, após 46 anos em circulação. Na ocasião, o diretor presidente do Grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, declarou que a prioridade da empresa é investir nas novas tecnologias e no Estadão, buscando “uma plataforma digital mais robusta e avançada”.

Com menos tempo de vida, pouco mais de dois anos, o especializado em esportes Marca Brasil foi descontinuado em 8 de novembro. O fim foi atribuído à baixa circulação, de cerca de 20 mil exemplares por dia. Ele circulava em 2009 como “Campeão”, mas no ano seguinte se associou ao diário espanhol e, a partir de janeiro de 2011, mudou o nome para Marca Brasil.

Online

Nem mesmo a longa história e a tradição garantiram a sobrevivência do Diário do Povo. O impresso mais antigo de Campinas (SP) saiu de circulação no dia 4 de novembro. O centenário deixou de ir às bancas, mas se adaptou e migrou para a internet. Na última edição, a publicação garantiu que “vem para inserir o veículo neste recente fenômeno mundial que é o jornalismo digital”.

Longa também é a história do potiguar Diário de Natal, com 73 anos de vida. O grupo Diários Associados, responsável pela publicação, disse que a empresa passa por reestruturação e vai se dedicar à produção de conteúdo para a internet.

Revistas

Há oito anos no mercado, a revista mensal Quatro Rodas Moto deixará de circular. A última edição do veículo rodou no dia 14 de dezembro e vai para as bancas em janeiro do próximo ano.

Outra revista que está com os dias contados é a Valor Investe, publicação mensal distribuída aos assinantes do jornal Valor Econômico. A publicação tinha resultados abaixo das expectativas. “Sendo assim, a revista Valor Investe será descontinuada em 2013”, declarou a direção da empresa.