esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

20/12/2021

Convenção é homologada e jornalistas terão reajuste a partir de 1º de janeiro

Convenção é homologada e jornalistas terão reajuste a partir de 1º de janeiro

O Ministério da Economia homologou nesta segunda-feira (20/12) a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2021/2022, assinada pelo SindjorPR e Sindijor Norte do Paraná, juntamente com as entidades representantes das empresas.

O documento, aprovado pelos jornalistas em assembleia realizada no dia de 30 de novembro de 2021, prevê reposição salarial de 3,7% a partir de 1º de janeiro de 2022, sem retroativo. Com este índice, o Piso Salarial Profissional no Paraná passa a ser de R$ 3.810,69, para jornada de 5 horas diárias.

A tabela com os novos valores mínimos dos salários dos jornalistas está disponível no site do SindijorPR e pode ser acessada pelo link http://sindijorpr.org.br/tabela-salarial.


Pontos da CCT 2021/2022

- Reajuste salarial de 3,7% a partir de janeiro de 2022

- Piso salarial de R$ 3.810,69 para jornada diária de 5 horas

- Hora extra com acréscimo de 100% sobre o valor da hora normal

- Acréscimo de 1% no valor do salário da função a cada ano trabalhado (anuênio)

- Adicional noturno de 20% sobre o valor da hora normal para trabalhos entre 22h00 e 05h00

- Custeio para viagens

- Auxílio amamentação

- Seguro de vida

- Licença maternidade de 180 dias

- Licença paternidade de 10 dias

- Assistência jurídica a jornalistas processados/as

- Não incidência do início de férias aos sábados, domingos e feriados

- Estabilidade de 1 ano para quem está para completar tempo de aposentadoria


Próxima negociação

A direção do SindijorPR buscará abrir negociação com as empresas até o final de janeiro próximo para encaminhar a Convenção Coletiva de Trabalho 2022/2023, que tem data base em 1º de maio de 2022.

Os representantes dos jornalistas esperam respeito e compreensão dos empresários e das empresárias da comunicação, que nos últimos dois anos forçaram a negociação até o limite e impuseram duras perdas salariais aos seus empregados.

“Com reajuste de apenas metade da inflação nas duas últimas convenções, as perdas salariais da categoria superam os 5%. Isso sem contar o índice inflacionário desde maio deste ano. Somando tudo, a queda do poder aquisitivo dos jornalistas e das jornalistas passa de 13% até novembro e vai se agravar ainda mais até a data-base, em maio”, esclarece Célio Martins, presidente do SindijorPR.

Para Martins, a situação da maioria dos jornalistas e das jornalistas é insustentável. “Tem colega que não consegue mais pagar o aluguel nem atender as necessidades de estudo dos filhos. Muita gente está com cadastro de crédito negativado. Nunca estivemos em situação tão precária e as empresas precisam entender essa realidade”, diz.


Taxa assistencial

Considerando que os jornalistas terão reposição de apenas 50% da inflação e as dificuldades da categoria, o SindijorPR irá fazer a devolução de 50% da Taxa Assistencial estabelecida na CCT e que será descontada em folha de pagamento. A devolução será feita em uma única vez após o recolhimento da última parcela da referida taxa, em março de 2022.

Fazemos um apelo aos jornalistas e às jornalistas para que ajudem a entidade que defende a categoria. Sem ela, não há como garantir direitos e obter conquistas. A taxa é fundamental para manutenção das atividades em defesa dos direitos de todos os profissionais e todas as profissionais, que se esforçam para levar informação segura e ética para a população. 

Algumas empresas têm feito comunicados para influenciar seus funcionários a não contribuírem com o SindijorPR. O objetivo desse tipo de campanha é a manipulação para enfraquecer a categoria e, com isso, impor mais perdas. São poucas as empresas que praticam esse tipo de ação, as quais merecem repúdio. A grande maioria dos jornalistas e das jornalistas, apesar da tentativa de manipulação, mantém-se unida. 

De acordo com o que estabelece a CCT, a partir do dia 20/12/2021 os/as jornalistas podem requerer também o não desconto da Taxa Assistencial. O prazo de 10 dias previsto na convenção encerra no dia 30/12/2021.

O documento para requerer o não desconto da taxa assistencial pode ser solicitado, individualmente, pelo e-mail gerencia@sindijorpr.org.br ou presencialmente, na sede do SindijorPR – Rua José Loureiro, 211 – Centro – Curitiba/PR.