esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

07/04/2021

SindijorPR atua em defesa de jornalistas impedidos de trabalhar em Ponta Grossa

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR) repudia veementemente a atitude dos vereadores que integram a Comissão Parlamentar Processante (CPP) - instaurada pela Câmara de Ponta Grossa para encaminhar pedido de cassação e investigação por quebra de decoro contra o vereador Valter José de Souza – que cercearam o trabalho de jornalistas que tentavam acompanhar a primeira oitiva de testemunhas da CPP, realizada nesta terça-feira (06). Ainda nesta quarta-feira (07), Dia do Jornalista, o SindijorPR irá protocolar ofício cobrando providências da Câmara para viabilizar o trabalho da imprensa.


A tentativa de cercear o acesso à informação, flagrantemente de interesse público, chegou ao Sindijor no final da tarde de terça-feira, quando foi realizado o primeiro contato com a Câmara. Ao Sindicato, o presidente da Câmara, vereador Daniel Fracaro, declarou que a decisão de não permitir o acompanhamento da oitiva pela imprensa foi tomada pelos vereadores que integram a CPP. Entretanto, segundo Fracaro, as gravações seriam disponibilizadas aos jornalistas – o que efetivamente não aconteceu.


É importante frisar que impedir o acompanhamento de uma Comissão Processante contra um agente público, eleito pelo voto dos cidadãos, fere o direito fundamental à informação não somente dos jornalistas que foram cerceados, mas também da sociedade que fica sem ter meios de acompanhar o processo, que é de total interesse público.


Diante desta grave ameaça ao exercício da atividade jornalística, o SindijorPR reitera que o jornalismo profissional é essencial à democracia e que, em conjunto com a sociedade e em meio à pretensa escalada de atitudes autoritárias, deve se manter vigilante e reagir a qualquer tentativa de impedir que a população seja informada sobre as ações dos políticos que ela não somente elege, mas custeia por meio do pagamento de impostos.


Direção do SindijorPR

Autor:SindijorPR