esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

22/01/2020

FENAJ reitera defesa do exercício profissional após declarações do presidente Bolsonaro

FENAJ reitera defesa do exercício profissional após declarações do presidente Bolsonaro

A presidenta da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), Maria José Braga, reafirmou na manhã desta quarta-feira, 22 de janeiro, que o mapeamento e divulgação das agressões a jornalistas por parte do Presidente da República, Jair Bolsonaro, é uma ação da entidade em defesa da categoria dos jornalistas e do exercício da atividade profissional, que estão sendo sistematicamente atacados pelo governo, na pessoa do presidente.


A declaração foi reafirmada em diversas entrevistas concedidas à imprensa após o presidente Bolsonaro declarar que não falará com jornalistas até que um “processo seja retirado”, sem especificar. O Palácio do Planalto confirmou em e-mail a jornalistas que o presidente Bolsonaro se refere ao Relatório da Violência contra Jornalistas 2019, divulgado no último dia 16, que contextualiza 58% dos ataques como promovidos por Bolsonaro, na categoria “descredibilização da imprensa”, resultado de Monitoramento elaborado paralelamente pela FENAJ.


Maria José Braga declarou que a Federação não possui, ainda, nenhum processo judicial contra o presidente e que a entidade avalia possíveis ações jurídicas, políticas e sindicais para que o jornalista tenha respeitado o direito ao exercício profissional. Sobre Bolsonaro se recusar a conceder entrevistas, a presidenta da FENAJ lembrou que é dever de todo funcionário público agir com transparência e, portanto, é dever do presidente informar à sociedade sobre os atos de governo.


Acesse aqui o Relatório de Violência contra Jornalistas 2019.


Acesse aqui os dados do Monitoramento da FENAJ sobre as declarações do Presidente Bolsonaro referente ao ano de 2019.


Acesse abaixo as matérias com as entrevistas concedidas:


Poder 360 | Bolsonaro nega entrevista e pede que jornalistas “retirem processo” contra ele


Metrópoles | Bolsonaro se recusa a dar entrevista: “Não posso agredir vocês”


UOL | Bolsonaro cita processo inexistente para se recusar a falar com a imprensa


O Globo | Acusado de agredir jornalistas, Bolsonaro diz que solução é não dar mais

Autor:Fenaj