esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

18/09/2019

Jornalistas podem se inscrever para o Edital Jornalismo de Educação até dia 25 de setembro

Encerram-se no próximo dia 25 de setembro as inscrições para a categoria “Jornalista” do Edital de Jornalismo de Educação, iniciativa da Jeduca (Associação de Jornalistas de Educação), em parceria com o Itaú Social. Os profissionais interessados podem fazer a inscrição pelo sitejeduca.com.br/edital.


Lançado em agosto durante o 3º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação, o edital visa fomentar a produção jornalística de qualidade sobre temas relevantes para a educação pública brasileira.Confira aqui um vídeo sobre o edital.


Na categoria Jornalista serão oferecidas, no mínimo, quatro bolsas de R$ 8 mil cada, para produção de reportagem que deve ser publicada em veículos impressos, portais, sites, emissoras de rádio ou TV. A produção editorial será totalmente independente, devendo contemplar os princípios básicos do jornalismo de ouvir várias fontes e dar espaço ao contraditório.


Podem se inscrever jornalistas formados ou profissionais que comprovem exercer a profissão regularmente há pelo menos dois anos. A seleção irá considerar a originalidade da pauta, a relevância do tema, a consistência do plano de apuração e de divulgação, assim como o currículo e a qualidade das produções anteriores do candidato. Cada participante pode apresentar até duas propostas de pauta, desde que abordem temas distintos. As propostas selecionadas serão anunciadas até 21 de outubro.


A comissão julgadora e editorial - formada pelos jornalistas Rodrigo Ratier, Denise Chiarato, Sérgio Pompeu e Ricardo Falzetta - terá total independência para selecionar os vencedores.


“A missão da Jeduca é apoiar jornalistas com o objetivo de ampliar e qualificar o debate sobre educação no Brasil, respeitando a pluralidade e a independência. O apoio à produção de reportagens em educação é, portanto, uma estratégia coerente com nossa missão e nossos valores”, diz o presidente da Jeduca, Antônio Gois.


“Alcançar melhorias na educação pública brasileira passa, necessariamente, por um debate público qualificado em relação ao tema – e o jornalismo ocupa papel crucial na construção desse debate. Portanto, estimular a cobertura jornalística livre e qualificada representa, para o Itaú Social, uma ação importante na busca por sua missão maior”, explica o coordenador de Comunicação do Itaú Social, Alan Correia.


Estudantes


O Edital de Jornalismo de Educação conta ainda com a categoria Estudante, que premiará três trabalhos de conclusão de curso (TCC) de graduação em Jornalismo com temas relacionados à educação. As bolsas terão valor de R$ 3.000 para o primeiro lugar, R$ 2.000 para o segundo e R$ 1.000 para o terceiro. Serão admitidos trabalhos em diferentes formatos jornalísticos, como livro-reportagem, especial multimídia, programa de rádio, documentário, entre outros. Monografias não serão aceitas. A avaliação irá considerar a originalidade do trabalho, sua relevância para a sociedade e a qualidade da realização do TCC.


As inscrições para essa categoria poderão ser realizadas até o dia 15 de dezembro e os trabalhos vencedores serão divulgados em 15 de março de 2020. Podem participar do Edital estudantes que concluirão a graduação em 2019 ou que a tenham concluído em 2017 e 2018.

Autor:Assessoria do evento