esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

14/08/2019

SindijorPR e UFPR discutem programa de saúde para jornalistas

Foto: Flávio Augusto Laginski


O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR) está avaliando ações voltadas à saúde dos jornalistas. Uma das propostas é a de definir um programa específico para a categoria, com atenção às especificidades da profissão.


Para buscar informações e alternativas viáveis que atendam aos trabalhadores, na tarde desta quarta-feira (14) o diretor-presidente, Gustavo Vidal, e a diretora de Ação para a Cidadania, Paula Padilha, conversaram com o professor do Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Márcio Cesar Ferraciolli sobre a criação de um programa de saúde para jornalistas.“A ideia inicial é aplicar um questionário para os trabalhadores e, posteriormente, oferecer atendimento individual para jornalistas”, explica Paula Padilha. Ela adianta que a intenção também é criar seminários e outras atividades que envolvam familiares dos profissionais.


Ferraciolli destaca que é preciso mapear se a categoria sofre com doenças que levam a afastamentos do trabalho. Hoje, diagnósticos de depressão, síndrome do pânico, entre outras doenças, alteram a produção do jornalista por conta da rotina de trabalho. Também é possível acolher a família do jornalista para saber lidar com a situação



O trabalho será em conjunto com o Departamento de Psicologia da UFPR, sem custos adicionais para o SindijorPR ou para jornalistas interessados. “Estamos buscando alternativas que colaborem para a melhoria da vida dos jornalistas. Vamos além da questão salarial. Temos atividades esportivas anuais e, agora, buscamos agregar com um novo programa com foco específico na saúde”, destaca Gustavo Vidal.
Autor:Flávio Augusto Laginski