esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

25/07/2019

Abertas as inscrições para o Prêmio Sangue Novo no Jornalismo Paranaense


A mais tradicional premiação para estudantes de jornalismo do Brasil, o Prêmio Sangue Novo, que visa buscar novos talentos da profissão no Brasil, abriu suas inscrições nesta quinta-feira (25). Os interessados têm até o dia 25 de agosto para se inscrever no site do evento (http://www.premiosanguenovo.com.br/)


Realizado pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR), o evento chega em 2019 cheio de novidades. A primeira é a mudança da premiação para o segundo semestre letivo na busca por facilitar o encontro de estudantes e professores no momento da inscrição. “Percebemos nessas últimas edições o quanto abrir inscrições no fim do ano causa transtornos aos estudantes e acaba até atrapalhando as férias de professores. Portanto, a ideia é que os alunos tenham acesso aos professores na hora de decidir qual trabalho inscrever ou ainda buscar dados para inscrição do projeto”, comenta Aline Rios, diretora de interior do SindijorPR.


Outra notícia é que na 23ª edição do Prêmio Sangue Novo o estudante deverá estar pré-sindicalizado à entidade e em dia. O valor da pré-sindicalização dá direito à Carteira da Imprensa Universitária, identidade do estudante, e é uma forma de aproximar este do SindijorPR. Para a diretora de formação do SindijorPR, Silvia Valim, a ideia surgiu de duas necessidades. “Em primeiro lugar, pela primeira vez, o SindijorPR não tem patrocínio e, com isso, o prêmio tinha tudo para se tornar inviável. Mas graças à união de estudantes e professores que fazem parte do Coletivo ChegaJunto surgiu a proposta de fazermos um prêmio colaborativo com apoio de universidades para toda a estrutura do evento como equipamentos de som, iluminação, fotos, mão-de-obra, entre outros. Com isso, o valor das inscrições será também para arcar com despesas essenciais como o site utilizado para inscrição e avaliação dos trabalhos. A ideia agora é fazer um rodízio de universidades para que o prêmio seja em diferentes lugares descentralizando de Curitiba”, revela a diretora.


Para o interior a notícia é boa. "Estamos muito empolgados com a possibilidade de, nas próximas edições, descentralizar a premiação, levando a cerimônia para outras regiões do Estado. Além de valorizar o trabalho desenvolvido pelas instituições do interior, a medida também irá favorecer o intercâmbio de práticas e ideias entre os estudantes e estas universidades, que realizam um trabalho de excelência" explica a diretora de interior, Aline Rios.


O Coordenador de Comunicação da FAG, integrante do Coletivo Chega Junto, vê com otimismo a possibilidade. "É importante reforçar que a premiação é acadêmica e organizá-lo nas Instituições de Ensino reforça principalmente a questão do pertencimento. Descentralizá-lo da capital é tão importante quanto pois facilita a participação de Instituições do Interior a cada ano de acordo com a região, divulga o prêmio e mostra que no interior também se faz jornalismo de qualidade. Por isso, o Curso de Jornalismo do Centro FAG já é candidato para organizar as próximas edições".


É bom saber

Este ano apenas os alunos que estiverem inscritos e, consequentemente, pré-sindicalizados em dia, receberão certificados.


Em trabalhos em equipe, por exemplo, é importante que todo o grupo tenha ciência de que mesmo que vários estudantes tenham participado, somente quem estiver devidamente regularizado poderá requerer sua validação do prêmio.


Como se pré-sindicalizar


Para se pré-sindicalizar é fácil. Basta preencher o formulário que pode ser encontrado aqui, enviar foto 3x4 e pagar a taxa de R$36,31 referente a 1% do atual piso salarial. O valor dá direito a carteira da Imprensa Universitária e ainda isenta o estudante de pagamento de taxas de inscrição no Sangue Novo e no Sindijorzão.


Os interessados em participar do Sangue Novo não devem deixar para fazer a pré-sindicalização na última hora.


Para mais informações, acesse o site http://www.premiosanguenovo.com.br/

Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR