esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

04/07/2019

Estudantes e professores se manifestam contra revogação de lei do diploma em Ponta Grossa

Foto: Assessoria de Imprensa Unisecal


Estudantes, professores e a coordenação do curso de Jornalismo da Unisecal se manifestaram nesta quinta-feira (04) contra a proposta de revogação da lei municipal 10.858/2012, que exige o diploma de graduação em Jornalismo para a contratação de profissionais da área na prefeitura e na Câmara de Ponta Grossa. A questão vem sendo tema de discussões desde que o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR) tomou ciência da tramitação do projeto de revogação (209/2019) e passou a questionar a medida.


Para os professores da instituição, a revogação é inaceitável. "Entendemos que tal medida não contribui para a melhoria do serviço público de qualidade, pois, ignora o saber científico como uma necessidade para o aperfeiçoamento dos mecanismos de atenção à sociedade. Da mesma forma, derruba por terra toda uma luta de uma categoria que tanto contribui para o processo democrático", destacam em nota.


Os formandos de Jornalismo da universidade repudiaram a proposta de revogação. "Deixar de exigir a qualificação e formação mínima para esta e outras profissões é um retrocesso. O momento é de fortalecer o compromisso com a verdade", observam os futuros profissionais.


Em nota, os estudantes do segundo ao sexto período de Jornalismo também se mostraram preocupados com a questão. "Nós acadêmicos destacamos a importância de que o trabalho de jornalista seja feito por profissionais devidamente habilitados e preparados para a atuação. Se o trabalho for desempenhado por indicações ou 'apadrinhamentos', ferirá a constituição e a democracia".
Autor:SindijorPR