esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

28/03/2019

Sindicalização vai além do Sindijorzão


Foto: Acervo pessoal de Adriana Barquilha 


A proximidade de mais uma edição da Copa SindijorPR de Futsal, tradicional torneio da categoria e que chega ao seu décimo ano, suscita uma dúvida entre os jornalistas: devo ou não me sindicalizar para não precisar pagar a taxa de inscrição do Sindijorzão 10?


Em que pese a vantagem de não ter que pagar para poder participar da competição, a sindicalização traz muito mais benefícios além do torneio de futsal. Por uma pequena taxa (12x de R$ 34,52), o jornalista terá acesso aos clubes de desconto e de qualificação continuada dos parceiros do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná e, não menos importante, estará contribuindo para que todas as nossas conquistas obtidas ao longo dos anos não acabem pela vontade patronal. Ficar livre de pagar a taxa do Sindijorzão 10 é a nossa “cereja do bolo”.


Um exemplo de quem se sindicalizou recentemente, a jornalista e “boleira” Adriana Barquilha, que quando era estudante era pré-sindicalizada, explica os motivos que a levaram a se sindicalizar. “Eu me pré-sindicalizei durante o curso de jornalismo, porque eu queria participar do Sangue Novo. Na época eu nem entendia direito o que era o Sindicato e para que ele servia. Depois disso, no meu último ano, eu conheci o campeonato de futsal, o Sindijorzão, ainda como estudante. Não participei naquele ano (2017), mas conheci o pessoal, os times e comecei a fazer parte de um grupo de meninas que joga de 3 a 4 vezes na semana. Entrei para um desses times, o bicampeão Nem Uma A Menos e participei do campeonato em 2018, mas ainda não como sindicalizada, pois eu ainda não estava estabilizada na área”.


Entendendo a importância de fazer parte de um sindicato que não deixa a categoria na mão, Barquilha revela que passou por uma situação de estresse e que foi prontamente auxiliada pelo SindijorPR. “Depois que eu entendi o papel do Sindicato, todos os benefícios e toda a luta pela classe trabalhadora, eu passei a querer muito me sindicalizar, mas ainda pegava a questão da grana. Nesse meio tempo, aconteceu uma situação bem chata na antiga agência que eu trabalhava como assessora e produtora de conteúdo, eles me demitiram sem me pagar meus direitos trabalhistas. O Sindicato interviu e me ajudou muito em todo esse processo extrajudicial. Disponibilizaram advogado, notificaram a agência e outros auxílios até que chegamos a um acordo (eu e a agência)”, salienta.


Ela também garante que se sindicalizou não apenas para ficar livre da taxa de inscrição do Sindijorzão 10, mas por entender a importância de ajudar o sindicato. “Esse ano resolvi me sindicalizar não apenas por causa do Sindijorzão (pra não precisar pagar a taxa dos 70 reais de inscrição), mas, também, por toda a ajuda que recebi anteriormente, por ter a real noção de todo o trabalho do sindicato e para, num futuro breve, poder contribuir com mais tempo e ideias nessa construção e luta diária, pois somos nós, os jornalistas, que fazemos o nosso sindicato e a nossa profissão, se nós ficarmos vendo tudo o que acontece de boca fechada, nada vai mudar e as coisas tendem sempre a piorar”, explica.


Como faço para me sindicalizar?


Para se sindicalizar junto ao SindijorPR é mais simples do que parece. Quem explica isso é a diretora de formação do SindijorPR, Silvia Valim. “Quando o profissional não chegou a ser pré-sindicalizado ele precisa entrar no site e acessar o campo ‘sindicalização’. Mas quando já há um registro de pré-sindicalização fica mais fácil”.


A diretora fala sobre os documentos necessários para o jornalista interessado em se sindicalizar. “Basta juntar cópia frente e verso digitalizada do diploma (ou declaração de colação de grau para os que ainda não retiraram o diploma) e cópia digitalizada das páginas da carteira de trabalho que contém dados pessoais, foto, e registro profissional. Depois é só enviar por email (gerencia@sindijorpr.org.br) à nossa gerencia e solicitar atualização de pré-sindicalização para sindicalização. Se tudo estiver correto, em menos de 24 horas o cadastro já é efetivado”.


Qualquer dúvida, basta ligar para 3224-9296. A ficha de cadastro pode ser acessada neste link


Pré-sindicalização


O estudante pré-sindicalizado conta com alguns benefícios. Com a pré-sindicalização, ele poderá participar, além do Sindijorzão, do Prêmio Sangue Novo, tradicional premiação do SindijorPR que busca dar visibilidade aos acadêmicos de jornalismo.


Para se pré-sindicalizar, basta acessar esta página, preencher os dados e pagar a quantia de R$ 34,52. Caso o estudante tenha interesse, ele poderá adquirir também, pelo mesmo valor, a carteira de imprensa universitária.

Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR