esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

21/02/2019

Movimento sindical orienta população de Curitiba com “panfletaço” contra a Reforma da Previdência

Foto: Flávio Augusto Laginski.

As centrais sindicais realizaram nesta quarta-feira (20), no Terminal do Guadalupe, Centro de Curitiba, um “panfletaço” contra a Reforma da Previdência defendida pelo governo de Jair Bolsonaro e enviada no mesmo dia para tramitação na Câmara Federal. Os trabalhadores receberam diversos materiais mostrando a dificuldade que terão em se aposentar caso a reforma seja aprovada. O ato também aconteceu em outras capitais do país. A mobilização será permanente.


O presidente Bolsonaro foi pessoalmente levar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/2019, que vai prejudicar substancialmente os trabalhadores do campo e da cidade, servidores públicos e da iniciativa privada. As centrais sindicais entendem que estas medidas vão afetar os trabalhadores mais pobres e que apenas os patrões é que vão lucrar com isso.


O diretor executivo do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR), Júlio César Carignano, esteve presente no ato e fala da importância dos jornalistas se conscientizarem sobre a divulgação de mobilizações de rua como essa. “Nós jornalistas também somos trabalhadores e seremos prejudicados com essa deforma da previdência caso ela seja aprovada. É uma reforma que não corta privilégios onde apenas os grandes empresários é que irão lucrar com isso. Um exemplo é que a nova regra, se aprovada, prevê que os patrões fiquem isentos de depositar FGTS, entre outras aberrações", disse o dirigente. "As mulheres e os jovens, que são maioria na nossa categoria, são os mais afetados. É importante o sindicato estar presente denunciando para a população a catástrofe que está por vir. Somente com mobilização poderemos reverter esse quadro”, comenta. O SindijorPR entende que noticiar as mobilizações contra a Reforma da Previdência é parte importante desse enfrentamento que os trabalhadores terão neste ano para não perderem mais direitos ainda.


Regina Cruz, presidenta da Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Paraná, uma das centrais sindicais presente no panfletaço, revela que este trabalho será realizado em outros pontos de Curitiba. “Vamos levar esta ação para os bairros periféricos, para outros terminais de ônibus. É importante que a população saiba que há um golpe em andamento contra os seus direitos. O atual governo só irá beneficiar os empresários, pois esta reforma tem vários itens prejudiciais para o trabalhador”, salienta.


Para o presidente da Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná (APP-Sindicato) Hermes Silva Leão, o panfletaço vai ajudar a alertar o trabalhador e a trabalhadora sobre o golpe contra os seus direitos que estão em andamento. “Desde que o atual governo assumiu, os ataques contra os direitos dos trabalhadores se intensificaram. A ideia é de intensificar cada vez mais esses atos para tentar impedir o golpe contra a população. Não iremos nos calar”, afirma.


Para saber o conteúdo da PEC 6/2019, clique aqui


Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR