esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

12/09/2018

Trabalhadores da Gazeta do Povo aprovam banco de horas e criam comissão para tratar de PPR

Foto: Maigue Gueths

Os trabalhadores da Gazeta do Povo aprovaram, em assembleia realizada nesta quarta-feira (12) pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR), na sede da empresa, a renovação do banco de horas e a criação de uma comissão para discutir o Plano de Participação nos Resultados (PPR).


O SindijorPR esteve representado pela diretora de fiscalização do exercício profissional, Maigue Gueths, e pelo diretor financeiro, Célio Martins. Eles estavam acompanhados do economista do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) Sandro Dias.


Foi criada uma comissão composta por cinco pessoas, que contará também com a participação de diretores do SindijorPR, que será responsável por negociar com a Gazeta do Povo. Os jornalistas não aceitam a proposta patronal de que o pagamento do PPR seja escalonado, dando maior valor para os chefes e quem tem um salário maior e menor valor para repórteres e editores.


“Discutimos a propostas e eles ouviram as ponderações feitas pelo Sandro. Eles então optaram por criar esta comissão. A ideia é de negociar ainda esta semana com a empresa e, se possível, realizar uma nova assembleia na quarta-feira que vem (19)”, explica Gueths.


A renovação do banco de horas por dois anos foi aprovada por unanimidade.

Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR