esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

18/05/2018

Estudantes de jornalismo conheceram o programa Democracia em Rede

Foto: Silvia Valim

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR) acompanhou, no dia 16 de maio, estudantes de jornalismo para conhecerem os bastidores e participarem do programa Democracia em Rede. O Programa é veiculado diariamente de dentro da Casa da Democracia, montada dentro da vigília ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desde o dia 07 de abril.


No programa do dia os alunos acompanharam a discussão sobre o tema “caravanas” que explicou como apoiadores de Lula se revezam para participar da vigília e do que abrem mão para estarem ali. A estudante de jornalismo do Centro Universitário Internacional (Uninter), Ana Paula Oliveira, que participou da gravação, revela que teve outra visão sobre as pessoas que estão participando do acampamento. “Eu percebi que o que falam nas redes sociais, especialmente das pessoas que defendem o Lula - que elas não têm cultura, não têm emprego, não conhecem política nem história, e que são violentas - que isso não é verdade. Muito pelo contrário. Foi interessante poder ver, com meus próprios olhos, o outro lado desta história”, avalia.


Foto: Joka Madruga

Os acadêmicos puderam conhecer também a comunicação e a organização dos movimentos sociais do acampamento. A diretora de formação do SindijorPR, Silvia Valim, que acompanhou os estudantes na visita, entende que os futuros jornalistas precisam desde já compreender a necessidade de mostrar que a categoria não é inimiga dos movimentos sociais. “Jornalista também é trabalhador e deve ser respeitado indiferentemente da linha editorial do veículo. Devemos mostrar que estamos ali para contar a história deles, com todo respeito que merecem, assim como devemos demandar respeito enquanto profissionais da imprensa", opina.


A visita foi realizada por meio de chamada do Coletivo #ChegaJunto de estudantes e professores, mas as universidades podem realizar visitas esporádicas no local marcando diretamente na Casa da Democracia. Havendo interesse o coletivo também pode intermediar.
Autor:Flávio Augusto Laginski Fonte:SindijorPR