esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

26/02/2016

Vai começar a bagaça!

Vai começar a bagaça!
Salve, salve jornalistas do meu Paraná.

Está chegando a hora de eu tirar meu pijama, pegar minha camisa, bandeira e, claro, o potinho de amendoim, para acompanhar mais uma edição do Sindijorzão. E uma edição especial, que marca os 70 anos do Sindicato dos Jornalistas do Paraná e traz o recorde de times inscritos. E, além disso, como toda boa instituição septuagenária, que se preze, abriu espaço pros jornalistas velhinhos (como eu) também mostrarem todo o talento que um dia tiveram, num inédito torneio de veteranos. Assim, atletas como Julio Cesar Lima e Mário Messagi, que brilham no SindijorPR desde sua fundação, voltarem a brilhar.

Como o Masters só começa mais pra frente, vamos falar do que interessa. Mais uma vez os jornalistas pseudoatletas deram um show de empolgação e envolvimento com o torneio e proporcionaram o recorde de times inscritos. No masculino, teremos, neste ano, 14 equipes, com as já tradicionais Sensacionalistas, Confraria, Catadão, Relevo, Arfoc e Ace, as carismáticas Jotão, Refugos e Tranqueiras e novidades, como o UPSTC, que aposta na juventude de uma turma de novos jornalistas egressos da Universidade Positivo, o Passaralho, do polêmico Leonardo Bessa e a Seleção, do mais que veterano Fernando Tupan. De se lamentar, apenas a morte do Che Garotos, a equipe com mais simpatizantes no torneio, que não resistiu ao mercado capitalista e acabou se vendendo em troca da promessa de um troféu.

Mas a grande alegria deste torneio é, como sempre, a disputa feminina. As jornalistas aceitaram o desafio da organização trouxeram dezenas de novas colegas para a disputa e, mesmo com a redução do número de convidadas, alcançaram o histórico número de seis equipes inscritas, mostrando que o torneio está no caminho certo, incentivando a participação de novas jornalistas (independente de suas habilidades futebolísticas). Estou curioso pra ver se a RoMari ainda joga o que jogava nos tempos de estudante da UFPR, pra ver a performance da Silvia Valim no gol, a Elaine Felchacka, a Kátia Brembati e a Sabrina Coelho, agora, assumindo papeis de protagonistas em seus times. To apostando que vou me divertir muito.

Como todo início de campeonato, sempre sou provocado a dar meus palpites. Então lá vai. Aposto em Catadão e Relevo (as duas equipes que melhor se reforçaram) como favoritas ao título. O Catadão foi buscar o Manolo pro gol, na contratação mais polêmica do torneio, que resultou na morte do Che Garotos. O Relevo voltou á formação campeã de 2014, ainda com reforços do Jornalismorreu, que morreu de vez. Sensacionalistas e Confraria, pelo histórico de chegadas seguem entre os candidatos a mais uma final. Refugos e Jotão são, como sempre, os favoritos a saco de pancadas do torneio. Mesmo com o craque Neto e o “centroavante” Velloso.

No feminino, vou de Arsênicas. Um time não pode pipocar dois anos seguidos. Mas com a mudança do regulamento e todo mundo se reinventando, aposto num torneio cheio de surpresas.

Um abraço bem forte!Estaremos juntos nessa edição histórica do Sindijorzão 70 anos!

Jornaldo