esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

29/01/2015

Sindijor-PR vence ação e Gazeta do Paraná/CGN terá que pagar R$ 31,5 mil em retroativos salariais

Sindijor-PR vence ação e Gazeta do Paraná/CGN terá que pagar R$ 31,5 mil em retroativos salariais
Gazeta do Paraná/CGN condenada a pagar 31 mil reais
Jornalistas que trabalharam na Gazeta do Paraná e na Central Gazeta de Notícias (CGN), durante o período da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2010-2011, terão o direito a receber os valores retroativos referente à data-base que a empresa recusou-se a pagar na época.

A conquista é fruto de uma ação ajuizada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor-PR), por meio da Subseção de Cascavel, em novembro de 2011.

A ação, no valor de R$ 31,5 mil, inclui um total de 32 trabalhadores que atuavam tanto na sede dos veículos em Cascavel e nas sucursais de Curitiba. O valor foi disponibilizado em janeiro de 2015, após várias tentativas de execução e cobrança dos valores.

Jornalistas de outras empresas que não receberam o reajuste ou o retroativo, em anos anteriores ou em 2014, podem denunciar ao Sindijor-PR para que a ação seja ajuizada.

“Nosso papel é defender o direito dos trabalhadores e essa foi uma vitória importante neste sentido. Buscamos apenas o que é de direito e esses jornalistas agora poderão reaver essas perdas”, comenta Júlio Carignano, diretor do Interior do Sindijor-PR.

Outra ação ajuizada contra a Sociedade Equatorial, detentora da Gazeta do Paraná e do portal CGN, referente ao não pagamento de retroativos relativo à CCT 2011/2012 está em discussão de recurso no TST (Tribunal Superior do Trabalho) em Brasília. “Infelizmente temos os mesmos problemas com as mesmas empresas que continuam a desrespeitar o que está previsto em acordo coletivo e o caminho acaba sendo a justiça”, comenta o dirigente sindical.

O Sindijor-PR entrará em contato com os beneficiados da ação para fazer o depósito e pagamentos dos valores a ser recebidos.