esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

29/07/2014

Sem avanços não tem acordo: Jornalistas do PR querem mais que apenas a inflação

Sem avanços não tem acordo: Jornalistas do PR querem mais que apenas a inflação
Assembleia em Cascavel (28) - *Foto: Sindijor Subseção Cascavel

Em assembleias pelo estado, os trabalhadores rejeitaram por unanimidade assinar renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) somente com a reposição do índice da inflação


Não unânime. Ontem (29), Ponta Grossa juntou-se a Curitiba, Cascavel, Foz do Iguaçu e Londrina. Em todos os encontros, os trabalhadores disseram NÃO a proposta das empresas de comunicação do estado. Na última reunião de negociação salarial, no dia 25 de julho, o patronal propôs assinar a CCT 2014 com a atual redação e mais a reposição da inflação (4,84%). Porém os #jornalistasmobilizados querem mais que apenas a inflação. A categoria reafirmou a luta pelo aumento real e na defesa da Pauta de Reivindicação dos Jornalistas, com destaque para as cláusulas sociais e sindicais.


“É possível avançar, mas para que isso aconteça a categoria precisa se dispor a participar das ações do Sindicato”, explicou Guilherme Carvalho, presidente do Sindijor. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná dará continuidade às ações de mobilização. Agora o Sindicato vai enviar ofício aos representantes das empresas de comunicação do Paraná.


Balanço das negociações no Brasil


Segundo dados do DIEESE, em 2013 aproximadamente 95% das negociações conquistaram reajustes acima da inflação medida pelo INPC-IBGE. Este ano, as empresas de comunicação propuseram apenas a inflação, indo na contra mão da maioria das categorias que conquistam reajustes acima do índice reposto. A tendência era superior em 2012, quando os aumentos reais atingiram quase 98% das categorias. O comparativo entre os períodos é que em 2013 os ganhos foram, em média, de 2,8% acima do INPC-IBGE, em 2012 os ganhos foram de 5,6%.

Autor:Regis Luís Cardoso Fonte:Sindijor