esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

15/07/2014

Mobilização: Jornalistas percorrem locais de trabalho e pontos turísticos de Curitiba

Mobilização: Jornalistas percorrem locais de trabalho e pontos turísticos de Curitiba
Sindijor em frente a Universidade Federal do Paraná (Foto: Guilherme Carvalho).

O #jornalistasmobilizados levou o preto e roxo da Campanha Salarial 2014 aos mais variados pontos de encontro da capital paranaense. A ação faz parte do cronograma de lutas dos trabalhadores jornalistas


Pinte de preto e roxo. Seja o preto e roxo. As cores do #jornalistasmobilizados não só está estampada na fachada do Sindijor como também nos mais diversos pontos turísticos de Curitiba (veja imagens aqui). A ação de hoje (15) faz parte da Campanha Salarial dos Jornalistas 2014, uma verdadeira peregrinação pela capital paranaense. Os diretores do Sindicato e jornalistas sindicalizados entregaram ‘Carta Aberta à População’, além de colher assinaturas da sociedade contra a redução do piso da categoria.


Ações: além da manifestação de hoje (15/07) que passou pela Gazeta do Povo, Universidade Federal do Paraná, Teatro Paiol, Jardim Botânico, Ponte Estaiada, Palácio Iguaçu, Museu do Olho, Prefeitura Municipal de Curitiba e jornal Bem Paraná; o próximo ato será dia 20 de julho, às 9 horas, quando os diretores do Sindijor estarão na Feira do Largo da Ordem, tradicional ponto de encontro dos curitibanos aos domingos. "O objetivo é tornar pública nossa manifestação. O jornalismo é uma atividade que envolve interesses públicos", explica Guilherme Carvalho, presidente do Sindijor. 


Preto e Roxo Estadual: no dia 21 de julho haverá a reedição do protesto “Dia do Preto e Roxo”. Os #jornalistasmobilizados farão paralisação de 10 minutos nos locais de trabalho e enviarão imagens para o Sindijor. Até agora o Sindicato não recebeu qualquer proposta formal vinda dos patrões e nada irá avançar sem que o patronal se posicione com dignidade na mesa de negociação. Londrina já definiu manifestação para o dia 18 de julho (leia mais aqui).


Perfil: A primeira mudança que aconteceu foi via web, com os trabalhadores usando uma imagem padrão nos perfis dos trabalhadores no Facebook. Compartilhe essa ideia aqui


Mesa de Negociação: A data para a próxima reunião entre trabalhadores jornalistas e patrões é dia 25 de julho. Até lá, serão realizadas uma série de ações relativas à campanha salarial da categoria pelo estado. Os trabalhadores já determinaram que todas as negociações em paralelo, entre Sindijor e empresas, sejam canceladas. Assim, nenhum acordo individual deverá ser fechando pelo Sindicato enquanto a Convenção Coletiva de Trabalho não estiver finalizada.


Os jornalistas também decidiram que o Sindijor deverá buscar subsídios para propor dissídio coletivo no Tribunal Regional do Trabalho. “Temos propostas diversas e muitos trabalhadores defendem uma greve contra a intransigência patronal”, disse Guilherme Carvalho, presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná.

Autor:Regis Luís Cardoso Fonte:SindijorPR