esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

07/05/2014

Campanha Salarial: Sindicato do DF protocola nova versão da pauta junto aos patrões

Campanha Salarial: Sindicato do DF protocola nova versão da pauta junto aos patrões

O Sindicato dos Jornalistas do DF protocolou na última segunda-feira (5) a nova versão da pauta dos trabalhadores junto ao Sindicato das Empresas de Televisões, Rádios, Revistas e Jornais do DF (Sinterj/DF). Ela foi elaborada na assembleia realizada no dia 28 de abril e validada na segunda consulta da Campanha Salarial 2014, realizada entre 28 e 30 de abril. 


Agora, o SJPDF aguarda a análise por parte do Sinterj para avançar nas negociações. As empresas devem se reunir ainda nesta semana para avaliar a 3ª versão da pauta dos jornalistas e elaborar uma nova versão da pauta patronal.


VEJA A ÍNTEGRA DA 3a VERSÃO DA PAUTA


Proposta patronal


Na rodada, a proposta patronal foi rejeitada por 94% dos participantes da consulta. As empresas colocavam reajuste de 5,5% para mídia eletrônica e 4,5%. Houve avanço na multa por atraso de salário, mas tímido: ela saiu de 3,5% para 4% em caso de reincidência. Também houve aumento dos valores do PLR e do auxílio-creche, mas também muito pequeno. 


"O índice de reajuste não chega nem à inflação e ainda por cima vem diferenciado entre mídia impressa e eletrônica. Isso preocupa o Sindicato e os trabalhadores", afirma Wanderlei Pozzembom, coordenador-geral do SJPDF. 


Proposta dos trabalhadores


Na contraproposta dos trabalhadores aprovada na consulta, o reajuste salarial reivindicado foi reduzido de 11,3% para 10%. O aumento do tíquete-alimentação também foi alterado de 11,3% para 10% e o mínimo foi ajustado para R$ 18, contra R$ 20 na versão original. Na cláusula sobre equipamento fotográfico, foi estabelecido uma especificação mínima para o kit. 


O ajuste foi feito para garantir a continuidade das negociações. "A consulta rejeitou fortemente a oferta das empresas na negociação, mostrando que os jornalistas merecem mais. A contraproposta dos trabalhadores vai no sentido de buscar uma convergência mantendo as linhas centrais das reivindicações", explica Jonas Valente, coordenador-geral do SJPDF.

Autor: SJPDF Fonte:SJPDF