esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

13/02/2014

Sindijor faz ranking das empresas que mais demitem no Paraná

Sindijor faz ranking das empresas que mais demitem no Paraná

Somente no período entre 2011 e 2013 foram registradas 287 demissões. Grupo GRPcom atingiu 49 demissões e lidera ranking
E o “Oscar” vai para... GRPCOM! O Grupo que monopoliza a informação no Paraná dispara na liderança do Demissômetro do Sindijor (leia artigo do Sindijor sobre o tema aqui). E é primeiro lugar porque, nos últimos três anos, foram 49 demissões (23 na Gazeta do Povo, 11 na RPC-TV, sete na Editora Estado do Paraná – adquirida em janeiro de 2012, três na TV Cataratas, quatro na RPC Cascavel e uma na RPC Guaíra). O ranking segue com a Funpar/UFPR em segundo lugar com 35 demissões, seguida pela Rádio e TV Iguaçu (Rede Massa), com 17 demissões.
Atenção! O Demissômetro é uma proposta do Sindijor que busca ampliar o olhar nos locais de trabalho, onde a prática de demissões tem sido abusiva. É comum nos editoriais dos veículos de mídia noticiar o “impostômetro” do país, uma referência às análises da carga tributária e gestão das contas do Estado. Agora o Sindijor traz o Demissômetro, um olhar atual da política dos empresários de comunicação no Paraná.
A coleta de informações centrou-se no banco de dados de demissões efetivadas pelo empregador e exclui os pedidos feitos pelo jornalista. Uma vez que o número geral seria maior: 448 demissões. “Obviamente, pode haver demissões solicitadas pelo jornalista que são computadas como demissão do empregador. Assim como ocorrem tantas vezes pedidos de demissão feitos pelo profissional, mas que na realidade são resultado de assédio moral, pressão da empresa ou más condições de trabalho”, explica a direção do Sindijor-PR.
Confira o “top” 10 do Demissômetro:
1 – Funpar/UFPR: 35 demissões
2 – Gazeta do Povo: 23 demissões
3 – Sociedade Rádio Emissora Paranaense (RPC-TV. Canal 12 e emissoras): 19 demissões
4 – Rádio e TV Iguaçu (Rede Massa): 17 demissões
5 – CATVE (Cascavel): 13 demissões
6 – GW Paraná: 13 demissões
7 – RIC: 11 demissões
8 – TV Tarobá Cascavel (Band): 10 demissões
9 – CBN/Curitiba: 8 demissões
10 – Folha de Londrina: 7 demissões

Total: 156 profissionais
Total de demissões de todas as empresas no período: 287 demissões.
Não entre no “Demissômetro”, denuncie!
O levantamento do Sindijor serve como ferramenta de denúncia para a categoria e para a sociedade. Os dados serão encaminhados ao Ministério Público do Trabalho para evitar problemas como subcontratações e contratos de trabalho irregulares, entre outras irregularidades. A participação da categoria na mobilização e no debate com o Sindijor é fundamental. No primeiro semestre de 2014, a Campanha Salarial e o Congresso Estadual dos Jornalistas devem enfrentar esta situação. Faça contato, diga não ao “Demissômetro” - Sindijor: (41) 3224 9296 / email: extrapauta@sindijorpr.org.br.

Por Regis Luís Cardoso (Arte: Simon Taylor).