esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

11/02/2014

Assembleia Geral: Jornalistas definem pauta de reivindicação dia 17 de fevereiro

Assembleia Geral: Jornalistas definem pauta de reivindicação dia 17 de fevereiro

O Sindicato dos Jornalistas do Paraná realizou no início do ano uma pesquisa (encerrada em janeiro) com os jornalistas paranaenses para identificar as principais necessidades da categoria. Com base nestas respostas, o Sindijor convoca Assembleia Geral em todo estado (17/02) para preparar diante destes dados a pauta para a rodada de negociação com os patrões. É preciso elaborar a reivindicação definitiva para a Campanha Salarial de 2014. Amanhã (12), o Sindijor divulgará o gráfico com os pontos principais listados pelos jornalistas. Segue edital da Assembleia do dia 17 deste mês:
ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA
Pelo presente edital ficam convocados todos os jornalistas associados a este Sindicato para se reunirem, de acordo com as disposições estatutárias, em Assembleia Geral Extraordinária, a realizar-se no dia 17 de fevereiro de 2014, em Curitiba, na sede da entidade, na Rua José Loureiro, 211, Centro, em dois horários: no horário de almoço, às 12h em primeira convocação e às 12h30 em segunda, e à noite, às 19h em primeira convocação, ou às 19h30, em segunda; em Foz do Iguaçu, na Subseção de Foz, à Avenida Pedro Basso, 661 - sala 22 - Edíficio Garden - Polo Centro, às 19h; em Cascavel, na Associação dos Jornalistas, à rua Jequitibá, bairro Tropical, às 19h30. Nas demais cidades, Paranaguá, Ponta Grossa, Paranavaí, Pato Branco, Francisco Beltrão, Toledo, Umuarama, Castro, Marechal Cândido Rondon e Guarapuava, representantes sindicais poderão também realizar assembléias em datas e locais a serem divulgados posteriormente por eles.
As Assembleias terão a seguinte ordem de pauta:
a) Discussão e aprovação da pauta de reivindicações para renovar ou firmar aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho 2014-2015;
b) Autorização para a diretoria do Sindicato e sua assessoria efetuarem as negociações e, se necessário, negociarem em conjunto com o Sindicato dos Jornalistas de Londrina;
c) Autorização para a diretoria do Sindicato promover assembleias gerais por local de trabalho, onde for possível, elegendo comissões de negociação setoriais;
d) Autorização para o departamento jurídico do Sindicato ajuizar Dissídios Coletivos em caso de não acordo nas negociações ou ainda requerer a indicação de mediador pela DRT;
e) Aprovação da taxa assistencial em favor do Sindicato a ser descontada de todos os jornalistas beneficiados pelas normas coletivas.
f) Informes gerais do Sindijor-PR.

Curitiba, 11 de fevereiro de 2014.
Guilherme Carvalho
Presidente SindiJor-PR