esqueci minha senha / primeiro acesso

notícias

11/02/2004

Por procurar o Sindijor, jornalista é demitida do governo do Estado

A jornalista Norma Sueli Correa de Paula, que trabalhava na Comunicação Social do governo do Estado, foi demitida por telefone no início do mês passado. O motivo: procurar o Sindicato dos Jornalistas para reclamar dos três meses de salários atrasados. Em janeiro, após voltar do recesso de início de ano, Norma recebeu uma ligação do assessor especial do governador, Benedito Pires, que queria se certificar que ela tinha recebido os atrasados. Então ele informou que ela não trabalhava mais na equipe. No final do ano passado, ela havia recorrido ao Sindijor para tentar de alguma receber os salários em atraso. A queixa motivou uma denúncia, em nome do Sindijor, ao Ministério Público do Trabalho. Este é mais um capítulo na coletânea de histórias de terror por que passam os jornalistas que trabalham para o governo do Estado. Grande parte dos profissionais não tem qualquer contrato formal de trabalho, e muitos deles ainda estão com salários atrasados há três meses. O Sindijor se mantém vigilante para garantir os direitos destes trabalhadores.

Fonte:SINIDIJOR-PR - tele-fax (41) 224-9296